terça-feira, 27 de março de 2012

POLICIA FEDERAL DESCOBRE NOVA ROTA DO FRÁFICO

Drogas apreendidas seriam levadas para abastecer mercado em Arraial D´Ajuda

Uma nova rota do tráfico de drogas de São Paulo para a Bahia foi descoberta após a prisão de Adarley Brito da Silva, com 49 kg de droga, informou nesta segunda, 26, a Polícia Federal (PF) de Porto Seguro (a 707 km de Salvador), no extremo sul do Estado.
Adarley, informou o delegado-chefe da PF, Ariosvaldo Renovato, dirigia uma picape Strada com 12 kg de cocaína e 37 de maconha pela BA-275, entre Salto da Divisa (MG) e Itagimirim (a 606 km da capital baiana), no extremo sul do Estado.
Segundo o delegado, o veículo saiu de São Paulo e ia para Arraial d’Ajuda, na Bahia, onde abasteceria o mercado local de entorpecentes. Renovato não soube informar o valor da droga apreendida, que estava em tabletes.
De acordo com o delegado, esta é a primeira vez que é realizada apreensão de drogas vindas de outros estados na região da fronteira com Minas Gerais. A BA-275 vai dar na BR-101, no extremo sul, de onde se pode chegar até Porto Seguro pela BR-367.
“Provavelmente, eles já estavam usando essa rota há algum tempo. Fomos para lá com base nas informações que recebemos. As apreensões de drogas ocorrem, geralmente, na BR-101”, afirmou Renovato.
Mula - Adarley Brito da Silva foi descoberto no sábado passado, quando os policiais federais fizeram campana desde cedo para esperar o veículo suspeito, sobre o qual a PF já tinha recebido informações por meio de denúncias anônimas.
O veículo passou às 10 horas na BA-275, e Adarley ficou nervoso ao ser abordado pelos agentes da PF. Não soube dizer de quem era o carro nem o que ele tinha na carga. Ou seja, tudo indica que ele seja “mula” – aquele que faz o transporte de droga.
Adarley foi levado ao pátio da PF em Porto Seguro, e a maconha e a cocaína foram descobertas escondidas na carroceria do carro.  Ele foi autuado em flagrante por tráfico. Segundo a PF, Adarley  informou que sua missão era levar o carro até Porto Seguro.
“Ele falou que pegou o veículo em São Paulo, com um homem de prenome Carlos, e que iria deixá-lo na rodoviária de Porto Seguro com a chave na ignição. Receberia R$ 1,5 mil pela viagem”, completou o delegado Renovato.
A picape Strada, de cor cinza, apreendido na operação é de São João da Boa Vista (SP) e está em nome de Luiz Carlos Mancine, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Renovato informou que investigará a relação do dono do carro com o tráfico.
PCC - Segundo o delegado-chefe da PF, Ariosvaldo Renovato, o fato de a droga ter vindo de São Paulo não tem relação, por enquanto, com o Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa paulista. O PCC, segundo a Polícia Civil da Bahia, tem relação com a facção Mercado do Povo Atitude (MPA), que atua no Baianão, periferia de Porto Seguro.
No final do ano passado, o MPA causou terror na cidade com a queima de quatro ônibus e o apedrejamento de mais dois, em revide pela morte de um traficante. Apontado como líder do MPA, André Marcos dos Santos, o Buiu, continua solto.
Postar um comentário